Bom, deixando a vergonha de lado, guardando a timidez em um potinho no fundo do guarda-roupa, resolvi tirar o Paraíso Pessoal do papel e torná-lo real. Por isso, hoje estou aqui. Dia onze de março de 2018, às exatas 18h45, para falar um pouco sobre a tal da Lorena Viegas. Isso pode ficar um pouco grande demais, então, prepara a pipoca e vem comigo!

   Voltando ao passado, nasci em 3 de novembro de 1994, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Levo o nome original de nascença de Lorena Viegas Carvalho. Não sei ao bem o porque, mas entre Letícia e Lorena, meus pais gostaram mais de Lorena. Também conhecida pelos amigos como: Loris, Lore, Lolly, Ló, Loló, Lolo, Lolly Pop, Lora e muitos derivados (daria um livro a quantidade de apelidos, sério!). Morei em Belo Horizonte até 2002, se eu não me engano, e depois minha mãe se mudou para Pará de Minas, onde vivo até hoje.
   Sou completamente apaixonada pela natureza e meu maior sonho e conhecer o mundo, novas culturas, fazer amizades com pessoas que sejam completamente o oposto do que eu sou, poder ajudar as pessoas. Também amo séries, filmes, livros, músicas... Quem me conhece sabe que vivo no mundo da lua e ainda, aos 23 anos, enxergo o mundo com os olhos de criança. Aquele tipo de olhar que sabe que existem coisas incríveis para acontecer e se decepciona com facilidade quando percebe o quão escroto o ser humano está se tornando. Amante dos animais, menina mulher com a alma de pipa avoada. Só quero me sentir livre, fazer o que eu gosto... Ah, sou obrigada a dizer que detesto injustiça. Tudo o que vejo que é errado me incomoda ao extremo. E talvez, meus maiores defeitos sejam não acreditar tanto no meu potencial e não saber falar sobre as coisas que me incomodam.
   Enfim, acho que é isso. O restante vamos conversando com o tempo!

Com amor, Lore Viegas.